Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Ozzy cancela turnê para tratamento de Parkinson

O cantor britânico Ozzy Osbourne, de 71 anos, cancelou sua turnê, que aconteceria entre maio e julho, para começar um novo tratamento médico na Europa — em 2019, o evento já havia sido adiado por problemas de saúde dele. A decisão foi divulgada em um comunicado no site oficial do artista. De acordo com o texto, o músico vai cuidar de problemas de saúde que enfrentou em 2019. Em janeiro, Ozzy revelou ter Doença de Parkinson.

“Eu sou muito grato por todos terem sido pacientes porque eu tive um ano de merda”, disse o cantor no comunicado. “Infelizmente, não poderei chegar à Suíça para fazer o tratamento até abril, que leva de seis a oito semanas”.

A decisão de cancelar a turnê foi tomada pensando nos fãs, segundo o comunicado. Quem já comprou ingresso poderá ser ressarcido, incluindo as taxas, no ponto de compra original.

“Eu não quero começar uma turnê e depois ter que cancelar os shows de última hora. Isso não é justo com os fãs. Eu prefiro que eles sejam ressarcidos agora e, quando eu fizer a turnê norte-americana no futuro, todos que compraram ingresso para esses shows serão os primeiros da fila a comprar entradas para esse evento”, disse o cantor.

Em janeiro, Ozzy revelou que foi diagnosticado com Parkinson II, uma forma de Doença de Parkinson, após ter complicações de saúde devido a uma queda em seu banheiro, em 2019.

“Tem sido muito desafiador para todos nós”, disse, à época, Osbourne no programa “Good Morning America”. “Eu tive que fazer uma cirurgia no pescoço, que estragou todos os meus nervos. Descobri que tenho uma forma leve de…”

Sharon, sua mulher, completou a frase: “… É o Parkinson II, que é uma forma de Parkinson. Existem tipos diferentes da doença. Não é uma sentença de morte de forma alguma, mas afeta certos nervos do seu corpo.”

Na ocasião, o cantor disse estar aliviado por finalmente compartilhar seu diagnóstico:

“Esconder as coisas é difícil, você se sente inadequado, se sente culpado. Eu não sou bom com segredos. É como se eu estivesse ficando sem desculpas. Estou melhor agora por reconhecer que tenho um caso de Parkinson.”

 

Fonte: O Globo

Deixe seu comentário: